15/08/2012

Embelezar o que é belo?

Foto de Jorge Nuno (2012), Riga, Letónia

EMBELEZAR O QUE É BELO?

Tantas vezes tenho pensado
Escrever um poema de amor
E tantas vezes tenho adiado!
Agora que tenho o ensejo,
E estou com todo o vigor…
Eu quebro e já não o desejo!
É que não vou querer
Nem banalizar a poesia
Nem muito menos o amor!
Há quem confunda este sentimento
Com cartões de rosas e corações,
Rituais em volta da beleza,
Promessas eternas e devoções,
Lutas de ingenuidade e esperteza,
O lacrimejante com o hormonal,
Num misto de dor e prazer,
Luas de mel e vidas de sal,
Vil apego e pura demência
No ato de seduzir e de submeter.
E nada disto capta a sua essência!
Escrito assim, parece um flagelo…
Só não quero embelezar o que é belo!

Almada, 15 de agosto de 2012
    Jorge Nuno