13/01/2013

Erros e Acertos


ERROS E ACERTOS

Por vezes erro…
Na severidade da auto-observação
Que me transtorna e desarma;
Na luta contra partes de mim
A raiar a autoagressão;
No meu sentido de luta
Quando não fará sentido;
Na insistência em querer consertar
O que sempre esteve funcional;
Na interiorização de vozes externas
De aprovação e reprovação;
Na teimosia em pisar
A semente antes de germinar.

Por vezes acerto…
Na forma de dar vida
Ao meu génio interior;
Na passada que me leva
Pelo caminho da inspiração;
Na vivência da intenção
Sem acusar a tensão;
No modo sentido do desejo
Sem denotar apego;
No desvanecer dos dilemas diários
Ao libertar-me dos medos;
Na procura de viver a felicidade
E não viver para a felicidade.

© Jorge Nuno (2012)