12/02/2014

Missionária, Mãe dos Pobres

Não é a quantidade que damos, mas o amor que pomos no gesto.

Madre Teresa de Calcutá (1910 – 1997)
Albanesa, missionária e Prémio Nobel da Paz.


MISSIONÁRIA, MÃE DOS POBRES

Mulher franzina, forte em convicções,
De sari branco, a azul debruado,
Velou com fervor e todo o cuidado
De cinco crianças a multidões.

Pobres, doentes, famintos sem pão,
Miséria humana e espiritual
De um mundo cruel, quase surreal,
A quem ela soube estender a mão.

Por manifesta vontade de Deus
Dizia… Madre Teresa s’entregou,
Projetando nos outros, sonhos seus.

Simples viveu e simples terminou,
Muita gente grata a dizer-lhe adeus…
Quando um anjo querubim a levou.

© Jorge Nuno (2014)