04/06/2013

Condutor da Mente



“A mente comporta-se como um inimigo para os que a não controlam”

   Bagavadguitá ou Bhagavad-Gita (texto religioso hindu do Séc. IV a.C.)




CONDUTOR DA MENTE



Pergunto à minha mente,

Quando a quero ocupar,

Algo ousado, a refrear

O turbilhão surpreendente

De ideias descontroladas.



Não sei por quê, estranhamente,

Obedece sem ripostar,

Ocupada a procurar

A resposta conveniente

Às perguntas renovadas.



A ferramenta da mente

Nem sempre vai descolar!

No amor a vou focar,

Em função inteligente,

Com estratégias controladas.



© Jorge Nuno (2013)