18/07/2013

Salto Quântico



“Salto quântico é uma alteração súbita de estado de um objecto que classicamente não é permitida. Os electrões no interior de um átomo dão saltos quânticos entre as órbitas, libertando ou absorvendo luz durante o processo.”


Michio Kaku (1947- …)

Físico teórico, professor da Universidade de Nova Iorque e autor de diversos livros de divulgação científica.




SALTO QUÂNTICO



Depois de desviar o olhar

Devido à mágoa invasiva

E sentimentos de impotência,

Procuro agora estar

Em consciência reflexiva,

Em pleno vigor de existência.

Observo bem ao meu jeito,

No modo atento de olhar,

Persistente e inconformado,

Tudo o que há para reparar.

Vejo um país em ebulição

Onde o imobilismo permanece,

Célere, correm notícias controladas

E onde tudo e nada acontece,

Vejo gente que existe

Como se não existisse,

Dominada por medo paralisante,

Facilmente embalada

Por qualquer bem-falante,

Mentes distorcidas, condicionadas,

Sem a ousadia dos saltos quânticos,

Mentes subtilmente formatadas

Por sociedade demente

Que nos quer escravizados.

Já com o cabelo nevado

E os poucos em desalinho,

Inativo, estatisticamente,

Sujeito passivo, para as Finanças,

Vejo-me ativo nestas andanças

A chegar ao ponto de pressão,

Bem próximo da implosão

Em que é possível, arduamente,

Mudar de dentro para fora,

Ter forte decisor interno

Na orientação do bem-estar,

Fluxo de abundância natural

E iluminação do caminho.

E como eu gostaria…

Que o inconformismo dos meus poemas,

Entre ténues gritos pela liberdade

E outros tantos pelo pão,

Acendessem a chama da curiosidade

E levassem o Homem, qual eletrão

Sem algo que o impele,

A querer sair da órbita,

Escapar à engrenagem,

Farto do retrocesso

E estupidez grotesca,

Corrigir a assimetria,

Sentir-se bem na sua pele

E em momentos de evasão,

Sem precisar de ser criativo,

Libertar luz durante o processo,

Gerar corrente gigantesca

Criando bem-estar coletivo.



© Jorge Nuno (2013)