08/07/2013

Mente Ardilosa

"(...) Tenho pressa de sair / Quero sentir ao chegar / Vontade de Partir / P'ra outro lugar / Porque até aí eu só / Estou bem / Aonde não estou (...)"

Da canção "Estou Além" de António Variações (1944-1984)
                                               Cantor e compositor português


MENTE ARDILOSA

Pensamentos perpassam no ar
E atacam a minha mente
Num envolvimento convidativo.
Hesito, pois não sei se os rejeite,
Se os deixe simplesmente fluir,
Embora, em boa verdade,
Me sinta tentado a deixar-me embalar.
Talvez não precise de ir para longe,
Pois fico sem energia para ficar aqui
Consciente do risco da perda.
Talvez não queira ficar por aqui
E prima botões de forma inconsciente,
Sabendo que tenho energia para ir longe.
Até mesmo a um quasar distante.
E nesta inquietude, vêm à baila
Sentimentos que não reprimo,
Já que têm algo a dizer-me.
Descubro então, sem assombro,
Que pensamentos e mente ardilosa
Me agitam, consomem energia
E me propõem mudar de sítio,
Quando afinal, modificando o entendimento,
Observo não ter saído de casa
E estou onde tenho tentado chegar.

Braga, 28 de junho
© Jorge Nuno (2013)