09/05/2012

Oração a Todos os Santos


ORAÇÃO A TODOS OS SANTOS

Nesta hora de angústia e sofrimento, invoco e peço a proteção divina para o coletivo e cada um dos portugueses:
- Santa Mónica, Santa Ana e Virgem Maria, protejam as mães aflitas que não têm que dar de comer aos filhos e dêem-lhes força e coragem para encontrar soluções;
- São Nicolau e Menino Jesus, amparem as crianças inocentes, vítimas da ganância e da estupidez humana;
- São Judas Tadeu, Santa Rita e Santo Expedito, porque há muito desespero e urgência em resolver problemas reais, ajudem nas imensas situações desesperadas e causas urgentes;
- Santa Edwiges da Silésia, protetora dos endividados, ajuda a encontrar uma saída rápida e eficaz a quem está nesta situação; 
- Rainha Santa Isabel, minha boa amiga, não quero que transformes qualquer coisa em pão para que o povo não passe fome, mas ajuda-nos a semear para ter o pão nosso de cada dia;
- São Dunstano de Cantuária, dá-nos as chaves para os problemas criados, estupidamente, por pseudo políticos ignorantes, incompetentes, corruptos, falsários e um punhado de especuladores sem escrúpulos;
- São Ferdinando III de Castile e Santa Agia, ajudem a criar magistrados corajosos, verdadeiramente independentes do poder político e económico, para que julguem e condenem os que, em proveito próprio, tanto mal têm causado aos outros;
- São Braz, afasta-nos da via do capitalismo selvagem, que parece querer conduzir a uma regressão ao século XVIII, que causa tanto desemprego, fome e induz a tanta desumanidade nas condições de trabalho das classes trabalhadoras;
- São Peter Claver, liberta-nos da escravidão dos vícios, mas acima de tudo liberta-nos da escravidão a que nos querem submeter;
- São Vicente de Paulo, livra-nos de sermos prisioneiros dos bancos e de outros interesses que nos tiram a alegria de viver    
- São Mateus e Santa Francisca Xavier Cabrini, dêem uma outra visão à gente das finanças, banqueiros, economistas, administradores e gestores, para que deixem de conduzir o país à ruína; 
- São João Bosco, mesmo sabendo que todos temos que ser aprendizes ou estagiar antes de exercer a profissão, ajuda os jovens que querem trabalhar, mas livra-nos dos aprendizes de política em tão altos cargos da nação;
- Santo Antão, afasta para longe os coveiros do país;
- São Bernardino de Siena, minimiza os jogos palacianos e de poder, para que o povo deixe de ser o eterno perdedor;
- São Gelásio e São Vito, dêem uma forcinha para que seja reduzido o número de deputados na Assembleia da República, pois são demais a denegrir a imagem benigna dos palhaços e dos bons comediantes;
- São Cristóvão, orienta-nos no caminho sinuoso que temos pela frente, conduzindo-nos a um final feliz;
- Santa Gertrude de Nivelle, espevita este povo acomodado, que aceita, candidamente e sem reação, todas as patranhas que lhe impingem;
- Santa Luzia, acaba de vez com a miopia deste povo e ajuda-o a enxergar melhor na hora de fazer as suas escolhas;
- Santo Egídio, faz o milagre de repor a amputada inteligência coletiva, que devia ser o motor do progresso e bem estar do povo;
- São Martinho e São Maximiliano Kolbe, o povo parece andar embriagado e drogado… dêem-lhe um pouco mais de lucidez, na hora da verdade e na sua labuta diária;
- Arcanjo São Miguel, dá-nos forças para as batalhas que temos pela frente, que só a luta já é uma vitória;
- São Francisco de Sales e São Tomé, porque o povo até parece que já perdeu a audição, peço-vos que o ajude a ouvir a voz da consciência individual (já que a coletiva ninguém quer saber), ajuda-o a refletir e a acreditar que há soluções;
- São Lucas, Santa Catarina de Bolonha, São Columbano e novamente São Francisco de Sales, porque esta minha oração é o meu “Sermão de Santo António aos Peixes” e porque se vão perdendo valores, como a noção do bem e do mal, ajudem-me a continuar a enviar mensagens das mais variadas formas, na pintura, na prosa, na poesia, para alertar consciências adormecidas;
- São Jerónimo e Santa “Sofia”, ajudem-me a ter a sabedoria e o conhecimento necessário para ser útil, mesmo em ambiente hostil, para ajudar a (re)construir o que parece irreparável;
- Arcanjo Gabriel, protetor dos carteiros, porque já desesperamos… traz-nos as boas novas que tanto ansiamos;
- São João Batista, tu foste profeta e falaste do prometido Messias, faz-nos acreditar num futuro mais risonho;
- São Francisco de Assis, Santa Genoveva, Santa Bárbara e São Floriano, preocupados em vida com a natureza, os desastres, os temporais, as inundações, invoco-vos para vos pedir ajuda e dizer que também eu me preocupo com isso. Cheguei a pensar que o mar estava a subir… mas afinal é o meu país que está a afundar.

O meu obrigado a Todos os Santos, pelas graças concedidas e a conceder, ofendido ao pensar em vós, pois estupidamente retiraram o feriado religioso com esse nome e ainda mais por eu ter presente o dito popular: a sardinha que foi levada pelo gato, já não volta!
Ámen ou Assim seja! (exceto a do gato, pois o gato que eu penso… come mais do que deve!)

Almada, 9 de maio de 2012
Jorge Nuno