20/06/2012

Dor que Dói


DOR QUE DÓI

Se a dor é dor que dói,
Bem no íntimo, profundo…
Se a dor é dor que dói,
Dói e faz desabar o mundo…
Se isso alivia,
Há que subir à montanha
E gritar a dor.
Gritar, gritar bem alto!
Enquanto não nos reencontrarmos,
O grito será apenas um escape!
Conseguido o reencontro,
Podemos voltar à montanha,
Para agradecer,
Para contemplar,
Mas já não será preciso gritar!

Bragança, 20 de junho de 2012
Jorge Nuno