19/06/2012

Uma Poderosa Mão


UMA PODEROSA MÃO

Uma poderosa mão, dá!
Uma poderosa mão, tira!
Oh ilusão
De quem se julga com poder,
Que o recebendo dessa mão poderosa,
Iludido, não reconhece,
Que se não fizer bom uso do poder,
Não vai conseguir justificar-se,
A quem lhe estendeu a poderosa mão!

Bragança, 19 de junho de 2012
                Jorge Nuno