15/06/2012

Hoje Estou Sereno

Foto de José Saramago, extraída do site da Fundação José Saramago


HOJE ESTOU SERENO

Finalmente, hoje estou sereno.
Olho pela janela, não há trânsito.
Não ligo a televisão, não há más notícias.
Olho para a tela branca no cavalete, que linda fica!…
Sei que um dos meus “diabinhos” há de escrever o poema.
Hoje estou mesmo sereno!
Parece que o tempo parou.
Sinto-me elevar… levitar.
Garanto…
Não tomei Xanax, Prozac, craque…
Ou outras drogas!
Ouço música calma, tranquilizadora.
Tá-se bem!
O locutor da rádio anuncia…
Fundação Saramago vai propor…
A criação do Dia do Desassossego.
Isto é mesmo para desassossegar um tipo!
Logo hoje que estava sereno!

Bragança, 15 de junho de 2012
Jorge Nuno