08/07/2012

Desejos Insaciáveis


 Foto de Jorge Nuno (2012), Cadeados, Vilnius, Lituânia.


DESEJOS INSACIÁVEIS

Na ilusão,
Andamos… corremos na vida,
Numa procura incessante
De atingir desejos insaciáveis.
Como se o êxito
Seja a expressão máxima do ser,
E atestar o depósito de esperança
A melhor forma de o alcançar.

Na ilusão,
Esquecemo-nos, facilmente,
Que nessa procura incessante
Apenas atravessamos desertos
Em busca de uma miragem.

Com lucidez,
Continuemos a procura incessante
De alcançar os legítimos desejos:
Os que são superáveis,
Os que são saciáveis.
E afastaremos, temporariamente,
A sombra da infelicidade,
Que por esta via
Tanto teima em nos acompanhar!

Almada, 8 de Julho de 2012
            Jorge Nuno