22/07/2012

Nado-Vivo


NADO-VIVO

Sou quem sou
Porque eu assim me fiz.
Não sou quem sou
Porque alguém me fez.
Se eu não fosse quem sou
Porque eu assim me quis,
Mais valia
Ter sido aborto,
Ovo cego
Ou nado-morto.
Já que ao ser nado-vivo,
Seria um aborto,
Com vida oca
Como o ovo cego,
E esta vida de resgate
Seria uma vida perdida.

Almada, 21 de julho de 2012
           Jorge Nuno