22/07/2012

Mar de Emoções


MAR DE EMOÇÕES

Posso descontrair
E diminuir as tensões.
Posso repousar
E não agravar lesões.
Posso parar
E avaliar decisões.
Posso pensar
E encontrar soluções.
Posso avançar
E consolidar ações.
Posso aprender
E equilibrar emoções.
              (…)
Só não consigo controlar
Esta necessidade irresistível
De deixar a mente fluir,
A energia emocional circular,
E o mágico poder de transformar
Simples palavras num mar de emoções!

Almada, 21 de julho de 2012
              Jorge Nuno

In "Palavras Nossas Vol. II", Coletânea de Novos Poetas Portugueses, 
Ed. Esfera do Caos (2012). ISBN: 978-989-680-078-9